Cruzeiros Marítimos no Brasil – Parte 1

Como tudo começou

Rosa da Fonseca

Não podemos contar a história dos cruzeiros marítimos no Brasil sem mencionar o pionerismo e visão do Sr. Aldo Leone (fundador da Agaxtur), foi ele que em 1962/63 fretou com exclusividade os navios Anna Nery* e Rosa da Fonseca* e inicia definitivamente o que conhecemos como cruzeiros marítimos na costa brasileira.

Anna Nery

Os cruzeiros marítimos começavam a ficar famosos no Brasil, inclusive o primeiro “Reveillon a Bordo” acontece nos anos 60.

Fotos: livro Viagem no tempo – Agaxtur 60 anos

O sucesso foi tanto que em 1969 a Costa Armatori oferece para a Agaxtur o primeiro navio italiano para cruzeiros marítimos, o Andrea C , e começa o capítulo de cruzeiros com navios italianos no Brasil.

Andrea C

*nota: Em 1961, a Sociedade Espanola de Construccion Naval, Bilbao, construiu dois navios de passageiros costeiros para a empresa brasileira de navegação, Cia. Nacional de Navegação Costeira. Estes dois navios foram nomeados Princesa Leopoldina e Princesa Isabel. Ao mesmo tempo, dois navios maiores foram construídos na Iugoslávia, a Anna Nery e a Rosa da Fonseca.

Princesa Isabel
Princesa Leopoldina

Uma resposta para “Cruzeiros Marítimos no Brasil – Parte 1”

  1. Aldo, obrigado pelo comentário, vindo de voce , uma das pessoas que mais entende de turismo e cruzeiros marítimos no Brasil , fico ainda mais lisonjeado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *