O Prático: o que faz?

Quem prestar atenção nas saídas ou chegadas dos navios nos portos Brasileiros ( e muitos no exterior) , verá uma lancha com um P escrito no teto encostando no navio levando ou buscando o profissional chamado Prático.

O Prático tem experiência e conhecimentos técnicos relacionados a navegação, a manobra de navios e às peculiaridades locais, assessoram os Comandantes das embarcações durante o trânsito e manobras nas chamas “Zonas de Praticagem” (ZP) em que se divide o litoral brasileiro.

Mesmo com toda tecnologia de navegação que os grande  navios de cruzeiro têm a bordo , será obrigatória a presença de um profissional com seu conhecimento da região onde o navio chega ou parte.

No Brasil, os Práticos podem optar por trabalhar reunidos em associações ou empresas de praticagem, ou de forma autônoma (menos comum). Práticos não são militares ou funcionários públicos. Ele trabalham de forma autônoma, sem vínculo empregatício com os seus tomadores de serviço, que são os armadores, ou seja, os donos ou operadores dos navios.

A profissão é regulamentada pela Autoridade Marítima, que é exercida pela Marinha por meio da Diretoria de Portos e Costas (DPC).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *